23.4.19

Apresentação Musica de Janine Mathias + Rolê SP

Olá! Vamos varrer a poeira desse blog?

Chego com coisa boa nas mãos... hoje vim compartilhar a Apresentação Musical de uma preta que me deixou grudada no Spotify por meses!



Nas buscas por novidades, encontrei Janine Mathias. Não lembro ao certo como cheguei até ela, mas o primeiro som que ouvi foi no "No Flow", um hip hop soul delicioso e swingado. Pouco tempo depois ela soltou o single de "Pérola Negra", o hino fez com que eu me rendesse de vez à "nega", como ela mesma se auto-intitula.

A cantora e compositora Janine Mathias é filha de sambista do berço boêmio de Brasília, cidade onde nasceu. Radicada em Curitiba desde 2009, onde começou profissionalmente sua carreira musical, com 4 clipes, 5 singles e o celebrado EP Eu Quero Mergulhar lançado e produzido pela produtora Track Cheio. Janine conta com o seu apoio para realizarmos mais um passo nesta trajetória.



Influenciada pelo samba, jazz e soul a cantora faz da sua arte o que chama de MPB ( Música Preta Brasileira). Em pouco mais de 4 anos de carreira, já abriu show e desenvolveu um espetáculo para Elza Soares, além de parcerias musicais e shows em todo Brasil com nomes como: Nel Sentimentum, Akua Naru, Mamy The Miss Skills, Tássia Reis, Ant MC, Luis Cilho, Alex de Souza, Bernardo Bravo, Iria Braga, Jorge Dubman (IFÀ), As Bahias e a Cozinha Mineira, Aláfia, Karla da Silva, DJ Vivian Marques, Léo Fé, Cida Airam, Ataque Beliz, DJ Donna e recentemente com direção de Marcelo Cabral esteve em cartaz ao lado de Karol Conká e Tássia Reis; além de brilhar no palco do programa Manos e Minas, da TV Cultura.



Em seu mais recente trabalho, nomeado "Dendê", a maravilhosa divide clipe e faixa com ninguém menos que Rincon Sapiência.


Ficou curiosx para conferir o que toca no rádio da nega? Segue!

Milíssima:  Essa entrevista demorou tanto tempo para rolar! Não vamos perder tempo... conta aí seu TOP 3!

Janine Mathias: Edi Rock - De Onde Eu Venho (part. MC Pedrinho): Se tornou um ritual ouvir ela aqui em casa me emociona ver o Edi Rock botando pra ferver sem perder o que ele tem de mais forte. Mostra o quanto é possível a união de artistas de diferentes tempos, que uma música pode ser comercial e resistência.

Karol Conká: Amo a negrita rs, artista essencial ao nosso tempo.

Elza Soares: Primeiro Eu

Luedji Luna: Banho de Folhas

M: Tenho uma tarefa difícil agora... me diz qual a música da vida!

JM: "Poder da Criação" João Nogueira, além de ser uma oração é uma música que lembra meu pai e eu amo cantar porque é o que acredito, sem o povo um artista não tem caminho, não temos como não unir a música ao poder universal das divindades que nos guia.

M: Na vibe TEENAGER FEVER, conta qual foi o som que marcou a sua adolescência?!
JM: Art Popular: Valeu Demais

M: Para romance, qual é a trilha?
JM: Adoro ouvir Tássia Reis.

M: Indica alguém tão maravilhosx quanto você para gente ouvir!
JM: MC THÁ, porque ela sabe contagiar.

M: E na tela... o que tá rolando?
JM: Wakanda Forever...risos

M: Como está sua agenda? Qual o próximo rolê aqui em SP que a gente pode te ver cantar?

Me apresento dia 23/04, em um evento em celebração ao mês no Hip Hop, lá na Galeria Olido.

Apareçam!





FOTOS: Renato Nascimento