28.12.10

1 aviso



"Se vocĂȘ entrou na minha vida
nĂŁo foi obrigatoriamente por que eu permiti.
VocĂȘ pode ter entrado sem querer,
sem propósito, trazido por alguém.

Por qualquer outra circunstĂąncia
aleatĂłria, esdrĂșxula ou sem sentido,
mas se vocĂȘ entrou na minha vida
tem algumas coisas que eu te digo:

Se vocĂȘ entrou na minha vida
vocĂȘ tem um compromisso comigo
uma responsabilidade com parte do que eu sinto
e o seu discurso Ă© importante pros meus ouvidos.

Se vocĂȘ entrou na minha vida
eu logo deixo um pedaço de mim com vocĂȘ
e esse pedaço merece que se cuide
e junto com ele segue meu apreço.

Se vocĂȘ entrou na minha vida
seu lugar aqui dentro estĂĄ guardado
ainda que eu nĂŁo te veja por muito tempo
o peso dos dias tĂŁo terĂĄ apagado,
essa reserva que existe dentro de mim.

Se vocĂȘ entrou na minha vida
muito do que vocĂȘ faz me importa
e importa ainda mais aquilo que
vocĂȘ insiste em nĂŁo fazer.

Por isso, seja quem vocĂȘ for,
amigo, amante, companheiro, primo
se vocĂȘ entrou na minha vida
eu nĂŁo espero que saia sem aviso
que deixe o abandono do silĂȘncio comigo
por que quem eu quero que saia, eu tiro."

[ Carol Burgo ]

MuitĂ­ssimo obrigada Ă  vocĂȘ que entrou e/ou permaneceu na minha vida neste *vintedez* . . . esteja cert@ de eu te escolhi e que Ă© de fato especial para mim!

É entĂŁo . . . sabe que Ă© contigo que eu tĂŽ falando . . . rs*

Obrigaaaaaaaahhhhhh . . . te quero comigo em *vinteonze*